Google+ Followers

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Lei Mara Gabrilli em Porto Alegre

Quando comecei a me movimentar por mais acessibilidde em Porto Alegre, procurei nossos vereadores e fui prontamente atendido pela Fernanda Melchionna, do PSOL, de quem me tornei amigo. Ela me pediu que eu desse alguma idéia e sugeri a ela que trouxesse, para Porto Alegre, o Plano Emergencial de Calçadas, de autoria da Mara Gabrilli. Fernanda adorou a sugestão.
O problema é que precisávamos da autorização da Mara para trazer a lei para cá. Quando ela me ligou na Páscoa, consegui a permissão.
Outro dia, recebi um e-mail da bancada do PSOL dizendo que a lei já está protocolada na Câmara Municipal desde o dia 19 de abril, fato que me deixou extremamente feliz. Vamos acompanhar a tramitação desta lei, torcer para ela ser aprovada; sancionada e, principalmente, cumprida.  

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Estamos capitalizando

Estou tentando cooperar em todos espaços possíveis. Na segunda-feira à noite, participei da entrega do programa de governo para o Estado do PMDB ao candidato José Fogaça. O auditório estava lotado e teve a participação de grandes nomes do partido como Germano Rigotto; Mendes Ribeiro Filho e Osmar Terra. Tive a honra e a felicidade de ser citado duas vezes pelo meu ex-professor Antonio Hohlfeldt por estar fazendo um bonito trabalho na àrea da acessibilidade. Segundo ele, este será um dos pontos fundamentais da campanha de Fogaça. Fico feliz em saber que nossos políticos estão se alertando para o assunto e que, de alguma forma, estou contribuindo para isso.
Na terça-feira à tarde, participei do 4º Encontro do Conselho Estadual e dos Conselhos Municipais dos Direitos da Pessoa com Deficiência/RS. Tive o prazer de dar um depoimento de alguns minutos, contando um pouco da minha vida e dessa batalha pela acessibilidade. Apesar do me nervosismo, sinto que consegui motivar as pessoas. Pedi a elas que também incomodassem os políticos para que eles comessem a falar de nós, deficientes, durante a campanha eleitoral. Eles têm que começar a trabalhar em nosso favor.
Como diria a minha colega de trabalho, Denise, estou "capitalizando". E espero capitalizar cada vez mais para poder ajudar a quem precisa.      

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Na minha cadeira ou na tua?

Tive o prazer de participar, até agora há pouco, da concorridíssima sessão de autógrafos dessa loiraça que está ao meu lado na foto, a Juliana Carvalho, autora do livro "Na minha cadeira ou na tua?"  (editora Terceiro Nome, 221 páginas). A obra conta algumas passagens da vida dela, antes e depois da lesão medular que o levou a cadeira de rodas, de uma maneira tão envolvente, simples e rápida que não dá vontade de parar de ler.
A Ju é publicitária. Cadeirante desde os 19 anos, quando teve uma inflamação na medula. Apresenta o programa "Faça a Diferença", pela TV Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul. Mantém dois blogs: o "Comédias da Vida Aleijada" (comediasdavidaaleijada.blogspot.com) e o "Sem Barreiras" (www.zerohora.com.br/sembarreiras).
Pelo tanto de gente que tinha na fila, deu para perceber o quanto essa guria é querida. E percebi, ouvindo as conversas enquanto esperava a minha vez de ganhar o autógrafo, a quantidade de amigos que ela tem. Confesso que fiquei com inveja!
Ah, e não esperei chegar em casa para começar a ler o livro. Comecei a devorá-lo na lotação mesmo.
Ju, todo sucesso no livro porque você merece!
                                             

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Ajuda na Política

Uma das coisas que tem me deixado feliz nestes últimos dias é a ajuda que estou dando no campo político. Perguntei ao meu ex-professor Antonio Hohlfeldt se o programa do governo do candidato José Fogaça tinha alguma proposta em favor das pessoas com deficiência. Ele me disse que não e pediu que eu elaborasse alguma coisa, apesar da minha pouca prática. Estou separando links de secretarias estaduais que tenham algum trabalho com deficientes. O meu sonho é que seja criada a secretaria da pessoa com deficiência aqui no Rio Grande do Sul.  

terça-feira, 13 de abril de 2010

Reunião sobre o Plano Diretor de Acessibilidade de Porto Alegre

Tive o prazer de ser convidado e participar hoje da reunião da Cuthab (Comissão de Urbanização, Transportes e Habitação) da Câmara Municipal de Porto Alegre. O assunto discutido foi o Plano Diretor de Acessibilidade (PDA).
Os vereadores que participam da comissão são Elias Vidal (presidente); Carlos Comassetto (vice-presidente); Alceu Brasinha; Nilo Santos; Paulinho Ruben Berta e João Pancinha.
Algumas das entidades que estiveram presentes à reunião foram o Crea (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia); Iab (Instituto dos Arquitetos do Brasil); Sinduscon (Sindicato das Indústrias da Construção Civil) e o Senge (Sindicato dos Engenheiros), entre outras.
Tive a honra de poder me sentar à mesa para participar do debate e o que me chamou a atenção é a consonância de opiniões. Estamos de acordo quando dissemos que temos problema de fiscalização (a Seacis- Secretaria de Acessibilidade e Inclusão Social- é um órgão muito pequeno e limitado para fiscalizar as calçadas de Porto Alegre) e que o PDA aborda com pouca clareza a qualificação das calçadas.
Mas fiquei esperançoso ao perceber que os nossos vereadores e a sociedade estão se mobilizando com relação ao assunto. Torço para que mais reuniões desse tipo aconteçam e o tema não seja esquecido.

terça-feira, 6 de abril de 2010

Apareci na Zero Hora

Na tentativa de divulgar este problema das calçadas, consegui dois espaços na Zero Hora. O primeiro foi na coluna do Moacyr Scliar, no caderno Donna do dia 7 de fevereiro: http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default2.jsp?uf=1&local=1&source=a2800253.xml&template=3916.dwt&edition=14061§ion=1026 (o tópico está no final da coluna).
O segundo foi uma reportagem sobre calçadas no dia 20 de fevereiro: http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default2.jsp?uf=1&local=1&source=a2815624.xml&template=3898.dwt&edition=14151§ion=1171 .
Vamos ver se, devagarzinho, consigo sensibilizar as pessoas para este problema.

sexta-feira, 2 de abril de 2010

A Juventude e a Acessibilidade

Ontem (1º/04), recebi a visita de três estagiários de jornalismo da PUCRS. Eles vieram fazer uma reportagem sobre acessibilidade. Na tentativa de divulgar esse assunto, propus a pauta para o Tibério, meu ex-professor.
Débora Fogliatto, João Henrique e Daniela (fotógrafa) aceitaram o desafio, tomaram a iniciativa de pegar a pauta (o que é muito importante para um repórter) e me entrevistaram. Aliás, fui muito bem entrevistado. É bom saber que os jovens estão se conscientizando sobre acessibilidade.
Torço pelo sucesso deles e espero que eles ainda abordem muitas vezes o tema. Obrigado, gurizada!